domingo, 15 de abril de 2012

desordem

Algo errado. Meu quarto, completo em desordem - minha vida também. Certa vez li que o estado do quarto se reflete no estado da alma. Deve ter sido em alguma sala de espera em meio a estranhos me olhando pelos cantos dos olhos. Armário interditado com perigo de desabamento, nas gavetas não cabem mais nada, pilhas e pilhas de livros amontoados, cd's fora das caixas... Sempre encontro rock no lugar de mpb que esta na caixa do brega, que não esta em lugar nenhum. Falta tempo pra procurá-lo no antro que se tornara meu quarto. Precisa de uma faxina. Vassoura, pano e espanador para limpar tudinho. Colocando depois as coisas no seu devido lugar - pelo menos com o quarto - tudo parece tão simples, quase tudo se resume em minhas roupas, uma pilha de livros e alguns cd's fora do lugar. Com minha alma não. O caos parece maior, nem sei por onde começar. Onde mesmo tinha lido que aquilo tudo refletia no que eu estava sentindo? Ah! Naquela sala de espera. Numa das inúteis revistas de uma sala de espera. Angustiada, em plena madrugada, descalça e com uma camiseta furada, no breu do meu quarto, procurei meus livros e comecei a colocá-los no lugar, os que tenho que devolver vão ficar em cima - faz parte da faxina. Não sei bem se acredito naquela bobagem, mas arrumando o quarto, vai que a alma começa a se ajeitar também...