terça-feira, 29 de setembro de 2009

Eles... os amigos!



Desde que comecei esse blog, sinto vontade de escrever sobre o quanto eu acho os rapazes legais e como é muito mais simples ser amiga deles do que delas. Mas nunca consegui achar o tom certo, medo de ofender as amigas, de passar a idéia errada ou simplesmente não gostava do texto. Tem uns 4 ou 5 rascunhos guardados sobre o assunto.
Mas cara, sempre achei meus 'amigos-homens' tão bacanas. Eles tem muito mais liberdade, andam por onde querem, não ligam de sujar a roupa, falam o que dá na telha.

Garotas não entopem a privada do banheiro. Mas também não passam hooras contando as histórias mais estranhas e engraçadas. Nem tem um gibi do Cebolinha no porta-luvas. Não retornam minhas ligações. Não me atendem a cobrar (hehe). Não abrem uma cerveja às três da tarde. Não conseguem tomar bebidas fortes. Nem conseguem fazer mais de cem piadas sobre o mesmo assunto. Essa capacidade de ser naturalmente podres e desencanados dos meninos me encanta muito. A capacidade de resolver tudo com um "ah, foda-se, seu viado", sem que isso implique necessariamente em um xingamento de verdade ou se transforme em mimimis. Com eles, é desnecessário falar sério o tempo inteiro. Se você quiser, pode passar o resto da vida só fazendo piadas e trocadilhos mongolóides, que tudo bem. Eles REALMENTE não vão querer ficar falando SÓ dos problemas dos sentimentos, da vida, do universo e tudo mais. E cara, muitas vezes tudo que eu quero é fazer piadinhas, tomar cerveja gelada, falar e ouvir besteira , rir da vida e das pessoas.

Ultimamente, são dois amigos, as pessoas que mais sabem da minha vida e é tão fácil falar sobre todas as coisas com eles, tão absolutamente mais simples. As coisas boas ficam ótimas, as coisas ruins continuam ruins, mas, sempre que dá, vira piada. A gente ri, ri e ri até a barriga doer. E eles escutam tudo, com interesse genuíno, e falam coisas incríveis e interessantes e me dão idéias e perspectivas.

Eu adoro as meninas, adoro mimimis, adoro falar de cabelo, de moda, adoro poder falar de temas existenciais profundos às vezes. Mas poder gritar "pô, caraio, vc entupiu meu banheiro" ou "PQP. são duas horas da manhã, isso são horas de ligar pros outros?vai dormir porra!" poder falar certas coisas sem medo de ferir sentimentos é absolutamente sensacional.
Quem costuma dizer que homem não é amigo de mulher, nunca tiveram os amigos que eu tenho, e mais, são gatíssimos e não são gays.

Pois é... Então, minhas amigas, eu ADORO vocês, mas tenho que admitir: é muito, muito bom estar no clube deles!

Abraço especial aos amigos de longa data, Emerson, Junior e Rodrigo!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

No Café...



Primeira cena


No fim da noite, a moça morena olha para o dono do café e pergunta:

- Por que você guarda todas essas chaves dentro de um vaso?

- As pessoas as deixaram aqui e nunca vieram buscar.

- Me conte alguma história dessas chaves.

- Escolha uma.

A moça morena pega a chave com uma abelha de pelúcia como chaveiro e entrega para o dono do café.

- Essa aqui era de um jovem casal que imaginou passar a vida inteira juntos

- E o que aconteceu?

- Vida

- Como assim?

- A vida passou e mudou tudo. Só isso

.......................................................

A moça morena pergunta para o dono do café o que faz as pessoas deixarem as outras.

- Ás vezes é melhor não saber e outras vezes não há razão nenhuma. É como bolos e tortas. Todas as noites eu tenho aqui cheesecakes e a torta de blueberry. E no final da noite sempre sobra uma torta de blueberry inteira.

- O que tem de errado com ela?

- Nada. Ela simplesmente não foi escolhida...

.......................................................

A moça pára em frente ao café e procura o homem.

- Por que você veio aqui?

Ela não responde, mas pergunta:

- Você ainda guarda todas aquelas chaves?

- Eu guardei pensando no que você disse uma vez sobre “deixar as portas abertas”. O único problema é que mesmo quando as portas estão abertas não significa que vá encontrar a mesma pessoa de antes...


Os diálogos tão delicados são do filme "Um Beijo Roubado", com Jude Law e Norah Jones.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Nem demais nem de menos

Hoje fui num supermercado ali na feirinha do Bacuri, em busca de uma caixa de bombons. Não vem ao caso se eu comi ou não.rs

O caso é que na hora de pagar, entreguei uma nota de 10 reais e como custava 6 reais a caixa, deveria ter recebido 4, óbvio. A mulher, estranhamente, me deu apenas uma nota de dois reais.

Eu fiquei olhando pra ela com uma cara de "tá, cadê a outra nota?" e ela me perguntou: Algo errado?
Óbvio que eu disse que sim.

Então ela pegou os dois reais, guardou e me deu uma nota de 5 reais, ou seja, mais do que eu deveria receber.
Então mais uma vez eu fiquei parada olhando para ela, agora como quem diz "continua errada essa merda".
E ela: "O que foi agora?"
Eu disse: "São só 4 reais de troco, não 5."

Ela então puxou BRUSCAMENTE a nota de 5 da minha mão, pegou quatro moedas de um real e me entregou.
Eu guardei as moedas no bolso e, antes que eu me virasse, percebi que ela me olhava com uma cara como quem diz: "ôôô mala sem alça".

Lembrei de uma vez, ali na padaria da Benedito esquina com Simplicio, comprei algo de cinco reais, dei uma nota de 50, o cara lá (turko ou português, não sei) me deu 95 reais de troco, falei que tava errado e devolvi 50 pra ele; o cara quase me deu um abraço: 'ô minha fia, desculpa, e obrigado'. Eu sorri e saí.

Se no supermercado, a diferença de troco fosse maior, talvez a menina iria querer me dá um abraço também.
Eu estava no meu direito. E depois fiz o certo. E ela ainda ficou me olhando como se me acusasse de fazer algo errado.
Sei lá, saí de lá me sentindo meio idiota. =/

O mundo é realmente uma coisa muito louca.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Desaparecidos?

Quem não tem um amigo que, de uma hora para outra, entra em outro mundo e desaparece do planeta? Pode terquasecerteza, esse amigo(a) começou a namorar e sumiu do mundo que o cercava. Coisa de fraco, de gente com espírito derrotista. Não acho isso normal nem acho o ideal – é perfeitamente possível continuar mantendo uma vida social ativa (ainda que menos intensa) estando namorando ou casado.

Acho esse desaparecimento o fim da picada. Tipo, a pessoa só consegue ver graça na noite se for para pegar alguém? Não consegue ficar tranqüilo batendo papo, ouvindo música bacana, falando (e ouvindo) merda. Triste, patético, eu diria. Coisa de maníaco-compulsivo (he´s a maaaaaaaaaaaaniaac).


Mas, pior do que isso, é ter de ouvir desses habitantes honorários de outro mundo as desculpas ridículas para não botar as caras na rua. Vão desde “ah, tenho trabalhado muito” até “não tenho mais paciência para essas festinhas. Dá muito pirralho lá” ou ainda, a pior de todas: “estou ficando velho(a). Não é mais minha praia. Gosto de ficar em casa, um programinha mais light”. Hum.. sei, sei, sei.... Conversa mole. O baralho e o tiozinho da locadora viram os melhores amigos desses casais.

Mas a verdade, contudo, está nas entrelinhas. O cara só não sai por um motivo único: está namorando. Tanto que quando ela (ou ele, no caso dela) tem outro compromisso e dá alforria a ele (ou a ela) ou está viajando, o espírito do maníaco (olhos de tigre, patas de urso) reencarna sobre o loser e ele, num acesso incontrolável de ansiedade, sai ligando para todos os amigos da ativa. Topa qualquer coisa, desde bar do G até pagode no mestiço.
O mais legal é ver como o mundo dá voltas e esses mesmos sujeitinhos “centrados”, “cheios de experiência”, “maduros” e “bem resolvidos”, de uma hora para outra, viram crianças quando ficam solteiros. Aí, o mesmo cara que dizia que não saía porque “estava velho demais para essas baladinhas”, aos 33 anos, quer sair de segunda a segunda, não importa pra onde. Topa até farmácia do Ambrósio. Bebe 10 caipirinhas, cai no chão, vomita, tenta agarrar mulher bonita, mulher feia, ex-mulher de amigo, mulher de amigo e por aí vai. Bate o carro, perde a chave, dorme na rua, sobe muro da própria casa na Vila lobão e é confundido com ladrão, é expulso até de posto de atendimento médico, rola na lama. É o fim do ser humano. Perde completamente a noção. Patético. Orgulho zero. Idiota-social!!! (to sendo específica neste caso, notaram ne?)

A desculpa do “tenho trabalhado muito” também é ridícula. Tudo é relativo. O emprego da pessoa sempre foi o mesmo. Mas, quando ele(a) tá solteiro, não importa se ele entra no trampo às 9h da manhã e para isso vai acordar às 7h30. O cara sai, chega em casa às 3h30, dorme umas quatro horinhas e agüenta o outro dia de labuta feliz e contente, ainda que de ressaca monstra. Mas quando está namorando, curiosamente, o trabalho vira desculpa para não meter a cara na rua. Aí ele vem e diz: “ah, tenho que acordar às 7h. Então preciso estar em casa umas 22h, dormir cedo pra acordar cedo e ver o jornal, para me manter informado”. O que dizer sobre isso? Nada. Simplesmente patético. Ridículo. Desprezível. Ou melhor, RISIVEL. Impossível não sacanear um cara desses quando ele vier com discursinho “maduro” de novo.


A idade não importa. Tenho um amigo, hoje com quase 35 anos, que ficou solteiro perto dos 30. Na ocasião, ele saía todo dia. Todo dia mesmo. Ficou anos recluso e depois não passava uma noite em branco. Depois, começou a namorar de novo e desapareceu. E volta com a velha desculpinha de que “tem trabalhado muito” ou “está muito velho para isso”. Credibilidade zero.

Daqui a uns anos, se separa e vai cair na guerra ainda mais sem limites.
A vontade de cair na balada é um estado de espírito constantemente renovado, hehe. A balada tem atrativos muito interessantes, que vão muito além do clima de azaração. Quem não é bem resolvido com isso simplesmente desaparece do mundo quando se enrola com alguém. Ou então só sai escondido. Mas a vergonha de assumir suas verdadeiras intenções faz os losers esconderem-se atrás de desculpinhas esfarrapadas. Meu, assume. Bota a faca no dente e fala: “não vou sair, porque estou comprometido e só vejo graça na balada se for pra pegar alguém”. Pronto, doeu?

PS: Apesar de patética, a classe dos idiotas-sociais tem meu respeito e simpatia. Até porque acho que. as vezes. faço parte da mesma... hehe.. (ô contradição hein)

Sei que as vezes me atropelo nas palavras, mas ta valendo, sei que voces entenderam.
É isso aí, beijomeliga!!!

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Giro rápido

Olá Pessoas...

Eu, na esperança de fazer neste blog algo útil pra humanidade, e como já havia falado deste assunto, não poderia deixar de falar da seguinte notícia: O Maranhão vai SIM participar das Olimpíadas Escolares. \o/

Isso mesmo, depois de tanto blá-blá-blá, reclamações, reivindicações e etc.. a decisão antes tomada foi reconsiderada.

Bem.. como toda notícia que se preze deve ter uma fonte confiável, e a minha fonte não linkou a fonte, e como estou sem tempopreguiçade procurar a notícia na net, qualquer dúvida/reclamação/sugestão/idenização/elgogiar/chingar fale com o sr. Samuel Souza, que foi de onde tirei a nova. Hehe. Mas não se preocupem, samuelito é uma fonte confiável. E como ele disse, estamos na torcida! Espero que, depois de tanta dificulidade, a galerinha faça valer a pena!


***

Breve comentário sobre comentários anônimos. Pô gente, é tão chato apagar comentário, então, na boa, umbora mostrar a cara né, ou o nome. Eu não quero ter que proibir comentário anônimo, coisa que eu não sou nem contra, nem a favor, muito pelo contrário. =P Então... fica a dica!


***


Por fim... como logo mais, estarei indo pra São Luís, não sei que dia, ou se terei tempo por lá de atualizar o blog... Intonciii para os meu amigos leitores que gostam de acompanhar diariamente(ou quase), quero partilhar este vídeo, acredito que possa fazê-los sorrir, fará ver e apreciar as simples, porém belas coisas da vida. Curte ae... ele me fez bem numa horinha meio difícil.






É isso ae galera, fiquem com Deus!

Até mais, beijomeliga!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Confabulando

Cansada de ficar pensando sobre o mistério de certas coisas e anormalidades de outras... As vezes é necessário esticar as pernas e bocejar um pouco mais devagar. Aproveitar a vista sem ficar se martirizando por saber que uma hora vai acabar...Acaba, muitas coisas acabam e não podemos fazer nada, alias, a maioria delas.E acabam para poder dar lugar a outras...É o progresso contínuo das coisas.

O fato é que há pessoas que se preocupam tanto com a chegada do fim, com o amanhã, com o futuro, que não aproveitam o hoje, aqui, agora. Sofrem antecipadamente, roem unhas e desesperam-se antes da conta chegar.
E se tem uma mensagem melhor para tais pessoas - não que eu me inclua nelas - é a famosa Carpie Diem. Enjoy the day. Aproveitem o dia.
Sei que é tudo muito relativo, não é pra sair pelado dançando o mais novo hit da Madonna ou se rebelar de vez e recusar digerir salada. É sim pra se preocupar com as consequências, mas não a ponto de afetar o presente.
Olha eu aqui ja falando do que justamente não queria falar...Chega de filosofar sobre assuntos que justamente não vamos resolver...Todo mundo sofre de amor e pronto. 90% das pessoas não sabem o que querem da vida, e nem vão saber tão cedo.E sim, com a idade, vamos nos esquecendo das coisas, é lei.

É, hoje acordei meio egoísta, querendo que o mundo girasse ao meu redor. Só hoje, porque não? Seria bom o universo dar uma variada e me ajudar...Por que é impressionante, parece que quando você mias quer uma coisa, mais ele dificulta as coisas. Olha que não estou pedindo nada de mais...So nao queria ficar pensando demasiadamente sobre determinado assunto..mas não, parece que o universo diz: vamos testar a Deane, vamos ver ate onde ela aguenta!

E aí tudo se torna um imeeenso complor, as radios tocam as musicas que eu não queria ouvir, na rua, alguns dialogos que eu não queria presenciar. Chego em casa, sento no sofá, ver tv, lugar onde passa coisas futeis para prender nossa atenção...Alguém me liga e vem com um diálogo todo meloso.. isso sem falar no que realmente ta atrapalhando meus planos agora.
É, aí voce para e pensa, as vezes o universo simplesmente não quer colaborar com você.

Puts, tantas coisas, deixa isso pra lá. Quem sabe amanha não é meu dia de sorte né?

sábado, 12 de setembro de 2009

Minha curiosidade gritante!


"Henoc andou com Deus e desapareceu, porquanto Deus para si o tomou."
Gêneses 5,24

"Pela fé Henoc foi arrebatado, sem ter conhecido a morte: e não foi achado, porquanto Deus o arrebatou; mas a Escritura diz que, antes de ser arrebatado, ele tinha agradado a Deus" (Hebreus11,5)

Fico imensamente curiosa com esse versículo! O que faria Deus levar um homem, sem que ele passasse pela morte natural? O que foi que Enoque fez que chamou tanta atenção de Deus? Porque vários outros homens justos, mais citados na bíblia não foram levados enquanto andavam com Ele? O que conversavam enquanto andavam juntos?

Mistérios!
Não posso esquecer de perguntar isso quando eu me encontrar com Deus!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Heróis anônimos

Recebi essas imagens de uma amiga, ela disse que são antigas mas eu ainda não tinha visto.
Talvez você também não..vou postá-las aqui.

Heróis anônimos, não foram notícia de jornal, nem receberam medalhas... mas fizeram sua parte!






















Bom fim de semana, até mais e obrigada pela visita!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

"Secretaria divulga nota sobre Olimpíadas Escolares"

Hoje, assistindo ao Globo Esporte, deparei com essa notícia, que já havia sido divulgada na semana passada:

"A Secretaria de Esporte e Juventude do Maranhão divulgou nota nesta sexta-feira (04) esclarecendo que a delegação maranhense não participará mais das olimpíadas escolares brasileira, categoria infantil, que acontece neste mês na cidade de Poços de Caldas – MG. A desistência foi motivada devido ao alto índice de propagação do vírus H1N1- Influenza A no Estado de Minas Gerais.


O Ministério Público do Maranhão através do promotor Marcio Tadeu, da 1ª vara da infância e juventude, recomendou como medida preventiva o cancelamento do envio da delegação maranhense às olimpíadas escolares brasileira..

O secretário de Esporte e Juventude, Roberto Costa, buscou orientação junto à Secretária de Saúde do Estado e recebeu como resposta a recomendação de não enviar a delegação. “A vontade de participar das olimpíadas é muito grande, mais a saúde dos nossos alunos/atletas é mais importante. A decisão de não ir é a medida mais sensata a tomar neste momento”, ressalta Roberto Costa.


..É de inteira responsabilidade do Estado a prevenção da saúde dos integrantes da delegação maranhense participantes das olimpíadas escolares, assim como a proteção à saúde dos maranhenses, que poderão ficar vulneráveis a uma possível (grifo meu) contaminação pelo vírus H1N1..."


****


Bem, quem sou eu pra julgar ou criticar o promotor e o secretário de esporte do estado, em sua nobre intenção e preocupação com a saúde dos alunos? Estamos nos destacando dos demais estados, será que nenhum representante dos mesmos não estão preocupados com a saúde dos seus atletas, essa preocupação só parte de nós, maranhenses? Ou será que os outros estão 'mais dispostos' a soltar uma graninha a mais, caso alguém fique doente?
Hum.... Melhor fechar o bico... quem sou eu para julgar?tadinha de mim... Eu não vou comentar mais nada, mas vou postar alguns comentários que estão no site. Se liga na ira dos comentários, eles falam por mim:



* afonso Xavier - REPUDIO E INDIGNAÇÃO "Como pai de aluno,acho incoerencia muito grande na decisão tomada pelasecretária em relação ao infantil (...) no minimo acho uma "covardia" por parte da secretária de esporte nesta decisão tambem um exagero na preocupação com os alunos atletas pois tem tanta gente que a secretária de saúde deveria se preocupar mais,para isto basta ir na perefiria de qualquer bairro de qualquer municipio do Maranhão.Espero que seja revista essa decisão pelo o governo do estad..."

* PAULO ROBERTO - re: Indignação "Não estou acreditando no que acabo ler da não ida dos atletas pora Poçosde Caldas por causa do virus H1N1, e os outros Estados todos vão, será que são o Maranhão iria contrair o virus ou é o mais responsável e os demais são inresponsavel ou é porque não é ano de eleição. Só no Maranhão!"

* SUZANA - repudia "O cancelamento dos atletas do Maranhão nas Olimpiads em Minas Gerais não temnada a ver virus é simplesmente uma boa desculpa para o Estado não gastar com esporte porque para alguns invertir em esporte não tem retorno para eles,é uma pena, enquanto eles que estão no poder pensar assim vamos ficando no atraso.Espero que seja repensada a decisão."






***


sobre essa 'desculpa'..




pensando, pensando...





pensando ...




T E N S O !


é rir pra não chorar!

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

SETE DE SETEMBRO... E VIVA A PROCLAMAÇÃO

Enquanto isso na capa de algum grande jornal do sul, um comunicado esta sendo dado...






Eu não sou de ficar reparando erros alheios, mas este já foi demais né...Tudo bem que pra ser jornalista o cara não precise de Diploma Superior, mas pelo menos um certificado de conclusão do Ensino Médio… É fundamental!


Desculpem o comentário mas... reparem que isso nem foi no Maranhão(sic)