segunda-feira, 29 de março de 2010

sobre bons argumentos




[clique para ampliar]


Ótima semana pra todos!

sexta-feira, 26 de março de 2010

1 hora pro planeta

Bem, antes de falar sobre isso eu procurei entender um pouquinho mais sobre esse movimento Hora do Planeta, pois até mensagens no celular eu recebi, fiz algumas buscas e pesquisas, dentre outras coisas, encontrei o seguinte:

"
No sábado, 27 de março, entre 20h30 e 21h30 (hora de Brasília), o Brasil participa oficialmente da Hora do Planeta. Das moradias mais simples aos maiores monumentos, as luzes serão apagadas por uma hora, para mostrar aos líderes mundiais nossa preocupação com o aquecimento global.
A Hora do Planeta começou em 2007, apenas em Sidney, na Austrália. Em 2008, 371 cidades participaram. No ano passado, quando o Brasil participou pela primeira vez, o movimento superou todas as expectativas. Centenas de milhões de pessoas em mais de 4 mil cidades de 88 países apagaram as luzes.
Monumentos e locais simbólicos, como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Times Square, além do Cristo Redentor, o Congresso Nacional e outros ficaram uma hora no escuro. Além disso, artistas, atletas e apresentadores famosos ajudaram voluntariamente na campanha de mobilização.


Em 2010, com a sua participação, vamos fazer uma Hora do Planeta ainda mais fantástica!"
fonte.


Ohhhh.... cute cute, coisa mais linda do mundo. Adoro essas correntes, acho lindo e engraçadinho, só que pra mim é igual aquelas correntes que recebemos por email dizendo que é pra ajudar alguém e pra isso pedem pra gente encaminhar para todos os nossos amigos. Só que tem gente que depois que envia para todos os contatos, sai da frente do computador, dá aquela respirada de alívio e sai pensando como um verdadeiro herói: "Ufa, fiz a minha parte, sou um bom cidadão e contribuí para ajudar alguém que precisa." Uma pessoa dessa merece até um tapinha nas costas seguido de um 'é isso aí campeão'.

Lindo né? A diferença no caso da hora do planeta é que ao invés de enviar um email, você vai apagar a luz. [ironia mode on]Tem coisa mais fofa do que uma pessoa apagando a luz pra mostrar preocupação pelo planeta?[ironia mode off] Nossa, isso me dá uma preguiça tão forte.

Você deve tá me chamando de 'do contra, sem consciência, sem espírito coletivo'. É, pode até parecer isso, mas eu acho que antes de ir aderindo esse tipo de corrente que você sabe que não vai levar a nada,
você deveria ter um olhar critico sobre as coisas. Se, por exemplo, esse movimento fosse feito no período natalino, eu até poderia entender.
Vocês sabem que uma hora de luz apagada não é nada comparado com vinte minutos de luzes acesas nas ruas nas semanas que antecedem o natal?
Eu sei que a intenção é a melhor possível e que a causa é justa, mas convenhamos né gente, mostrar preocupação pelo planeta está muito mais além do que apagar a sua luz por uma hora. E os outros dias? E o resto do ano? E os milhões de luzes acesas no final do ano?
*"Ah mas a idéia não é economizar, é só conscientizar as pessoas." Aff.. vou te contar viu, você precisa, por exemplo, ir numa palestra com mais um grupo de adultos pra se conscientizar de que lugar de lixo é no lixo?
*"Ah mas muitos famosos abraçaram a causa." E aí? famosos fazem qualquer coisa que pagarem eles pra fazer, e quando fazem voluntariamente, em geral é so pra aparecer.
Maas, enfim, cada um é cada um, a luz é sua e
você apaga se você quiser.

Pra quem curte, ó... tenho maior respeito viu, até admiro, verdade mesmo. Mas aí, depois me contem como foi, e qual a sensação; compartilhe comigo essa experiência. \o/
E quer saber se neste sábado às oito e meia eu vou apagar a minha? Depende, se eu sair da sala, garanto que eu apago.

terça-feira, 23 de março de 2010

política: cena de cinema

Ta, eu exagerei, o título foi so pra polemizar e chamar um pouquinho a atenção, eu vim mesmo foi comentar sobre essa notícia que eu li outro dia, já que to sem nada importante pra fazer agora. =P
Às vésperas do lançamento do filme em dvd, as videolocadoras ameaçam boicotar o filme do presidente alegando que desde 2005 a pirataria só vem aumentando e o mesmo tem se mostrado indiferente neste aspecto. Lembraram também o fato de que o Lula admitiu ter visto 2 Filhos de Francisco antes do lançamento oficial, ou seja, assumiu publicamente que consome pirataria.

Na minha humilde opinião, acho um erro das locadoras, claro que entendo o lado delas, aqui mesmo em Imperatriz eu já vi várias videolocadoras fecharem as portas porque não dá pra competir com a pirataria, poucas sobreviveram, graças a pessoas iguais a mim que ainda alugam filmes originais, e sem falsa modéstia, eu me orgulho disso. Eu não quero dar uma de falsa santa, mas eu digo pra vocês que eu prefiro ir na locadora, alugar um filme original, que não danifica meu aparelho, ver o filme, todas as opções extras como entrevistas e making off e depois devolver pra locadora, do que comprar um filme pirata de origem duvidosa, ver o filme em péssima qualidade e depois guardar na gaveta e ficar ali ocupando espaço.

Maaaas, cada um faz o que quer né...

Boicotando o filme, as locadoras só estarão fazendo canibalismo e quebrando as próprias pernas. Porque impedir o filme de chegar às locadoras só vai aumentar a pirataria. As pessoas querem ver o filme e vão ver de qualquer maneira. Se não puderem alugar, o mercado pirata resolve. Sem falar que não vale a pena sair prejudicado nessa so por birra política.

Mas aí fica aquela no ar: "se o homem que eu votei pra presidente do meu país assiste filme pirata, eu também posso".
E eu pergunto: e se ele comer bosta, você também come? O erro de uma pessoa, não importa quem seja, não serve pra justificar o seu, afinal, você é um homem ou um rato? [parafraseando seu Madruga] Não responda.

E eu nem vou comentar que eu achei o maior oportunismo do presidente em lançar esse filme justamente em ano eleitoral, sei que ele não é candidato mas isso foi uma atitude um tanto quanto duvidosa. Eu ainda não vi mas não acredito que o filme mudará a impressão que as pessoas tenham dele. Assim como foi com Zeze di camargo e Luciano.


E olha gente, vou ser bem franca com vocês viu, esse filme do Lula deveria sair depois que ele tivesse aposentado, ou então morto, assim ele iria ter uma grande fama de herói. Visto que as pessoas tornam-se heróis depois que morrem. Pronto, falei!

segunda-feira, 22 de março de 2010

Mafalda - cultura



Tão antiga, mas tão atual... e tem gente que ainda pergunta por que que eu gosto tanto dela.

sexta-feira, 19 de março de 2010

"Agora sim eu confio, agente pode comemorar" ?

Faz dias que eu queria escrever esse post, só deu certo agora, porque só hoje consegui esse primeiro vídeo pra poder postar. Os outros dois já estavam no youtube, mas esperei porque queria postar os três juntos. Enfim, antes tarde do que nunca.
Você pode me emprestar alguns minutos do seu tempo, assistindo esses vídeos?

Essa é a propaganda da nossa amadíssima governadora, veiculada várias vezes por dia, uma linda história pra boi dormir:



E agora, a realidade. Essa reportagem é do início desse mês (03/03/10):



Alexandre Garcia comenta:




Que contraste hein? Achou pouco? Tem também este aqui, do finalzinho do ano passado.
Já dizem que imagens valem mais que mil palavras, por isso eu nem vou comentar nada, deixo isso com vocês. Eu só queria, como maranhense, expressar de alguma forma a minha indignação.


PS:. pra quem não é daqui, o título deste post é um trecho da música de propaganda do governo, que está [ou estava, faz dias que não vejo] sendo veiculada aqui no estado, a interrogação é minha.

sábado, 13 de março de 2010

Homens Maduros



Há uma indisfarçável e sedutora beleza na personalidade de muitos Homens que hoje estão na idade madura.

É claro que toda regra tem as suas exceções, e cada idade tem o seu próprio valor.

Porém, com toda a consideração e respeito às demais idades, destacarei aqui uma classe de Homens que são companhias agradabilíssimas:

Os que hoje são quarentões, cinquentões e sessentões.

Percebe-se com uma certa facilidade, a sensibilidade de seus corações, a devoção que eles têm pelo que há de mais belo: O SENTIMENTO.

Eles são mais inteligentes, vividos, charmosos, eloqüentes.

Sabem o que falam, e sabem falar na hora certa.

São cativantes, sabem fazer-se presentes, sem incomodar. Sabem conquistar uma boa amizade.

Em termos de relacionamentos, trocam a quantidade pela qualidade, visão aguçada sobre os valores da vida, sabem tratar uma mulher com respeito e carinho.

São Homens especiais, românticos, interessantes e atraentes pelo que possuem na sua forma de ser, de pensar, e de viver.

Na forma de encarar a vida, são mais poéticos, mais sentimentais, mais emocionais e mais emocionantes.


Homens mais amadurecidos têm maior desenvoltura no trato com as mulheres, sabem reconhecer as suas qualidades, são mais espirituosos, discretos, mais educados e compreensivos.

A razão pela qual muitos Homens maduros possuem estas qualidades maravilhosas deve-se a vários fatores: a opção de ser e de viver de cada um, suas personalidades, formação própria e familiar, suas raízes, sabedoria, gostos individuais, etc...mas eu creio que em parte, há uma boa parcela de influência nos modos de viver de uma época, filmes e músicas ouvidas e curtidas deixaram boas recordações da sua juventude, um tempo não tão remoto, mas que com certeza, não volta mais.

Viveram a sua mocidade (época que marca a vida de todos nós) em um dos melhores períodos do nosso tempo: Os anos 60/70.

Considerados as "décadas de ouro" da juventude, quando o romantismo foi vivido e cantado em verso e prosa.

A saudável influência de uma época, provocada por tantos acontecimentos importantes, que hoje permanecem na memória, e que mudaram a vida de muitos.

Uma época em que o melhor da festa era dançar agarradinho e namorar ao ritmo suave das baladas românticas.

O luar era inspirador, os domingos de sol eram só alegrias.


Ouviam Beatles, Johnny Mathis, Roberto Carlos, Antônio Marcos, The Fevers, Golden Boys, Bossa Nova, Morris Albert, Jovem Guarda e muitos outros que embalaram suas "Jovens tardes de domingo, quantas alegrias! Velhos tempos, belos dias."

Foram e ainda são os Homens que mais souberam namorar: Namoro no portão, aperto de mão, abraços apertadinhos, com respeito e com carinho, olhos nos olhos tinham mais valor...

A moda era amar ou sofrer de amor.Muitos viveram de amor...

Outros morreram de amor...

Estes Homens maduros de hoje, nunca foram Homens de ´´FICAR´´

Ou eles estavam a namorar pela certa, ou estavam na "fossa", ou estavam sozinhos. Se eles "ficassem", ficariam para sempre... ao trocar alianças com suas amadas.


Junto com Benito de Paula, eles cantaram a "Mulher Brasileira, em primeiro lugar!"

A paixão pelo nosso país, era evidente quando cantavam:

"As praias do Brasil, ensolaradas, no céu do meu Brasil, mais esplendor... A mão de Deus, abençoou, Mulher que nasce aqui, tem muito mais Amor...

Eu te amo, meu Brasil, Eu te amo...

Ninguém segura a juventude do Brasil..."


A juventude passou, mas deixou "gravado" neles, a forma mais sublime e romântica de viver.

Hoje eles possuem uma "bagagem" de conhecimentos, experiências, maturidade e inteligência que foram acumulando com o passar dos anos.

O tempo se encarregou de distingui-los dos demais: Deixando os seus cabelos cor-de-prata, os movimentos mais suaves, a voz pausada, porém mais sonora, hoje eles são Homens que marcaram uma época.

Eu tenho a felicidade de ter alguns deles como amigos virtuais, mesmo não os vendo pessoalmente, percebo estas características através de suas palavras e gestos.

Muitos deles hoje "dominam" com habilidade e destreza essas máquinas virtuais, comprovando que nem o avanço da tecnologia lhes esfriou os sentimentos pois ainda se encantam com versos, rimas, músicas e palavras de amor.

Nem lhes diminuiu a grande capacidade de amar, sentir e expressar seus sentimentos.

Muitos tornaram-se poetas, outros amam a poesia.


Por que o mais importante não é a idade denunciada nos detalhes de suas fisionomias e sim os raros valores de suas personalidades.

O importante é perceber que os seus corações permanecem jovens...

São Homens maduros, e que nós, mulheres de hoje, temos o privilégio de PODER ADMIRÁ-LOS!



Texto: Zélia Gattai.

quinta-feira, 11 de março de 2010

a pedidos...

...de quem não me conhece: uma rara foto minha... [eu tenho poucas]

Sabe aquele tipo de pessoas que ficam rindo de tudo? Daquelas que assiste Chaves e morre de rir, ouve a piada mais sem graça do mundo e pra piorar daquelas bem antigas e morre de rir; vê vídeos e outras coisas que os amigos sem noção enviam e falta se acabar de tanto rir. Sabe esse tipo de pessoas que as vezes (só as vezes) parecem que só podem ter um retardo mental?
Poiz
é... sou eu!




por isso, não se deixem levar por esse rostinho meio sério, mas também não duvidem da seriedade de um palhaço só porque ele ri.


terça-feira, 9 de março de 2010

Atitude leonina




Era uma vez um burro...

Esse burro era forte e bom – porém detestado...

Somente o boi e o cavalo rivalizavam com ele em força muscular...

Mas nem um nem outro aguentavam as longas viagens que o burro agüentava...

Por isso, o homem lhe queria mais bem que a todos os outros...

E isso aborrecia os habitantes das selvas e dos campos...

Nenhum, todavia, ousava fazer-lhe mal – porque o asno era forte e temido.

Mas eis que vem um dia fatal!

Vítima de funesto acidente, tomba do alto de um barranco e cai - semimorto...

Corre pela zona a sensacional notícia...

Aliviada de mortal pesadelo respira a fauna em derredor...

E todos correm para ver o burro moribundo:

Descarregou-lhe o cavalo um coice no peito...

Veio o boi e deu-lhe uma violenta chifrada entre as costelas...

O cão ferrou-lhe uma perna com os dentes pontiagudos...

Arrancou-lhe o gato o focinho com as garras afiadas...

Saiu da toca até um ratinho que nunca tinha visto o burro, mas para ser digno frente aos grandes, fincou-lhe os dentinhos na ponta da orelha.

E assim todos os demais...

Chegou por fim, o leão, olhou para o burro agonizante – e passou, direto.

“Como, majestade?” – exclamaram os outros – “Não te vingas deste perverso? Do inimigo comum? Arranca-lhe os olhos!”

Respondeu o leão: “Reputo abaixo da minha dignidade vingar-me dum inimigo que já não me pode fazer mal”...

E passou adiante, firme, grave, sereno...

Sem olhar para trás...

***

Amigo, que a fauna humana habitas - não te iludas!

Muitos te respeitam porque muitos te temem, enquanto és forte.

Enquanto as auras da sorte bafejam tua vida

Enquanto poderosos te amparam e te defendem...

Muitos ocultam o despeito, a inveja, porque lhes falta a coragem...

No dia, porém, em que te julgarem liquidado – exultarão de prazer...

Bois e cavalos, caninos e felinos, nada faltará em torno de tua desgraça...

Chifradas e coices, dentadas e unhadas – tudo choverá sobre ti, quando inerme.

Até a mais vil alimária humana te mostrará o despeito, a inveja...

E o leão?...

Não sei se alma leonina encontrarás...

Espírito nobre que não exiba sua força em face de tua fraqueza...

Mais raros são nos desertos humanos os homens do que no Saara africano os leões...

Feliz de ti, meu amigo, se encontrares alma leonina – que ao menos silencie o que remediar não possa!...

E passe adiante – sem vindicta... esse leão!



do livro de Huberto Rohden

domingo, 7 de março de 2010

post in Off

Tem uma galera me enviando emails e recados comentando que sou egoísta e tal porque tem um monte de gente me linkando e eu não linko ninguém... eu queria dizer pra vocês que eu ainda não tenho a lista aqui no blog por causa do layout que não ta permitindo, e toda vez que eu tento colocar, o layout do blog fica estranho e cheio de códigos pra todo lado. Sempre que eu tento adicionar um novo gadget, ele insiste em não ir para o local que eu arrasto e com isso altera todo a estrutura da página, daí eu desisto e apago.
Um amigo me prometeu que logo vai resolver isso pra mim, e também resolver o problema que não ta permitindo que o blog seja acessado pelo Explorer,
[embora eu ache que o explorer seja meio ultrapassado] por enquanto só com outros navegadores mesmo: Firefox, Chrome, etc...
Mas calma gente, não fiquem com raivinha de mim, são só problemas de códigos html, eu não sou egoísta coisa nenhuma. Logo logo aqui vai ter uma lista super bacana dos blogs que eu sigo. ok?
Por favor vão tomar um café ou vão pescar mas parem de me xingar, senão eu vou dizer tudo pra minha mãe.
:p

Ah, e se alguém que anda por aqui tiver alguma noção de códigos html e quiser dar uma mãozinha será super bem-vindo =]

quarta-feira, 3 de março de 2010

too late




Este é o inexplicável mistério das coisas e pessoas:
Quando as procuramos - fogem de nós...

Quando as agarramos - diluem-se em nossas mãos...

Quando lhe saboreamos a doçura - enchem-nos a boca de fel...

Quando delas enchemos a nossa vida - abrem dentro de nós um vácuo como se fosse um deserto...
Mas, quando nos desapegamos e vamos em outra direção - elas correm em nosso encalço, prendem-se a nós e não querem mais largar.
...
Mas tão tarde.


segunda-feira, 1 de março de 2010

só de lembrar nós na kombi no domingo...


"Há quase quinze anos atrás, um jovem com grande desejo pelo sucesso conversava com sua mãe, enquanto cantava pra ela o refrão de algumas músicas:

-vou fazer muito sucesso mãe
-mas meu filho, com essas músicas?

-sim, com essas mesmo.
-mas meu filho, não são músicas sérias, o povo não vai ouvir

-vai sim mãe, sabe por que?

-por que?

-porque o povo gosta é de molecagem"

Pouco tempo depois, ele e seus amigos venderam mais de 2 milhões de cds. Estouraram o primeiro lugar em todas as rádios, era uma febre nos quatro cantos do país.


***
Há 14 anos atrás, eu ainda ia fazer dez anos, mas lembro como se fosse ontem. Era uma sexta-feira. Eu e meus irmãos vestidos com roupas listradas e de pantufas, eu pegava a vassoura pra fazer a guitarra, outro pegava o rodo, outro pegava a escova de cabelo pra fazer o microfone, a menorzinha ficava pulando. Tínhamos ganhado o cd da banda, ouvíamos no último volume e fazíamos nosso show na sala, agente dizia que estava no Faustão. Lembro como se fosse ontem...

A triste notícia veio no dia seguinte, num sábado, mas eu prefiro me lembrar do dia anterior, lembrar daquela feliz sexta-feira.
Por isso fiz esse post hoje, porque exatamente há 14 anos atrás eu era criança, e estava com meus irmãos na sala da nossa antiga casa,
dançando o vira-vira... e os Mamonas, ainda estavam entre nós.