sábado, 30 de outubro de 2010

2° turno




Uma palavra pra definir meu sentimento em relação ao dia de amanhã: Medo!


Sem mais para o momento.:o|
Bom fim de semana!

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

oi tem alguém aí?

Pois é... mais de uma semana sem aparecer por aqui, blog quase às traças tadinho. Engraçado que essa história de blog de certa forma vicia né, eu até gostaria de postar todos os dias só que não dá, falta tempo. Eu tenho muitos hábitos e manias mas quando percebo que algo me toma mais tempo do que deveria, quando desconfio que a minha atenção está sendo tomada por alguma coisa (ou pessoa) e que está se tornando difícil me sair de tal coisa (ou companhia) - não dá outra neguinho, tenho que encontrar a deixa e sair à francesa, porque nesse caso não entra o lance lá de ter que aparecer alguém pra sacudir meu ombro.
Tudo me interessa e nada me domina, sabe? E é até melhor que assim fica mais gostoso, se mantenho é porque eu gosto mesmo, mas
enfim, passei mesmo só pra dar um oi, e dizer que eu ainda estou por aqui viu? E tô por aí também pelos blogs de vocês.
Então é isso, volto depois;
uma tirinha - pra distrair:



Beijinho doce =*

sábado, 16 de outubro de 2010

confissão

Não confundam com inocência,



...mas tenho cá um defeito grave:
Eu tenho uma mania de acreditar nas pessoas,
estou sempre achando que estão dizendo a verdade.

...

Pobre de mim

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

sobre perguntas e quase respostas...

Eu não sei o que acontece, mas as pessoas sempre me fazem perguntas difíceis. Sempre! Logo pra mim que não sou muito boa nisso. Me embaraço toda, sabe? E se é sobre mim então, geralmente dou resposta evasiva, chego até a dizer coisa sem pensar só pra me livrar do olhar insistente do meu interlocutor - ou de quem quer que seja! Mas enfim, eu não vim falar disso, não exatamente.

Esses dias um amigo que eu amo muito passou por uma situação em que sua integridade moral foi posta em dúvida. Mas ele não vacilou e foi firme até provar que dizia a verdade.
Hoje ele me liga, e depois de quase uma hora de conversa por telefone faz a seguinte pergunta:
- Deane, de que vale mesmo a nossa honestidade?

Depois de muito pensar eu respondi:
- Olha, eu acho que serve pra quando der de noite a gente encostar a cabeça no travesseiro e poder dormir em paz. Deve ser pra isso.

- É, deve ser.

- ...
.
.
.
"De quê vale mesmo a nossa honestidade?"

Que perguntinha mais difícil é essa meu Deus?
Se alguém souber, ajuda aí... Caso alguém pergunte de novo, eu gostaria muito de ter outras respostas pra dar.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

acabou?

Quando criança eu via muitas atrações na tv, atrações infantis é claro, eu só tinha um probleminha, dificilmente eu percebia quando os programas ou os desenhos acabavam, daí que eu começava a chorar e berrar feito louca porque achava que era meu irmão que tinha mudado de canal. Minha mãe me consolava explicando que na verdade o desenho já tinha acabado. - Era assim quase todos os dias.

Na época aborrescente em que eu via muitas novelas, quando as amigas me chamavam pra sair eu pedia pra esperar dizendo que queria ver o último capítulo. Elas riam muito e diziam: "Deane, acorda já acabou." - Foi assim por muito tempo

Quando alguém conta uma piada que eu não entendo, eu fico super ansiosa olhando pra cara da pessoa como que esperando ela terminar pra eu poder começar a rir, a pessoa fica sem graça e diz: "terminei, pode rir agora". - Isso ainda acontece muito.

Sou muito boba né?... Mas enfim, o que eu quero dizer é que não importa quanto tempo passe, eu sou assim até hoje. E não acontece só com os programas de tv ou piadas, está além disso.
Eu demoro pra perceber quando as coisas acabam, tem hora que é preciso aparecer alguém pra sacudir meu ombro e dizer: "acabou!"

Choque de realidade, sabe? As vezes é o jeito porque sozinha eu não consigo, eu sempre acho que ainda pode ter mais...

terça-feira, 5 de outubro de 2010

2ª Copa de Robótica

Recebi, e estendo aqui o convite do sr. Anderson Casanova - professor do IFMA (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão) para participar do 2° evento de Robótica que será realizado agora nos dias 7 e 8 de outubro; cuja finalidade principal é a disseminação do conhecimento científico e tecnológico que envolve a robótica e áreas afins.
Qualquer pessoa pode participar, para isso basta colaborar com um kg de alimento não perecível no ato da inscrição. Mais informações clique na imagem:



segunda-feira, 4 de outubro de 2010

chupa essa manga Maranhão

Pois é, Roseana venceu as eleições no primeiro turno, 'no primeiro turno'. Isso tá martelando na minha cabeça como se tivesse uma voz maldosa e assombrada repetindo isso no meu ouvido. Não tivemos nem a esperança de um segundo turno, foi assim num golpe só. Tirando de muita gente o desejo de se ver livre dessa maldição que nos persegue.

Sinceramente, eu não tenho palavras para descrever o quanto eu estou arrasada.

Mas olha, cada estado tem o governo que merece, e o resultado dessa eleição não passa de uma realidade cruel que só mostra que no geral maranhense é um eterno escravo de si mesmo, não vou nem falar do sarneysmo porque já é um clichê cansativo, maranhense não é escravo de ninguém, nem do coronelismo bigodudo nem de ninguém. Maranhense é escravo de si mesmo, é como aquela mulher que apanha do marido mas não consegue viver sem ele. Ameaça separar, faz drama, vai na delegacia faz mi-mi-mi mas no final acaba perdoando, porque o ama. Maranhense é assim.


Temos as piores escolas, os piores hospitais. Se não me engano, é o estado que mais vive na base do bolsa família, temos também algo parecido como bolsa energia, não sei o nome mas funciona assim, o governo paga sua conta de energia se voce tiver o consumo y; que serve mais ou menos como um incentivo pra você continuar na pobreza, porque se resolver melhorar o conforto dentro de casa, bye bye ajuda.
Esse é só um exemplo de que é essa eterna acomodação crônica que faz do povo maranhense uma eterna vítima voluntária.
Eu não condigo entender por que que aqui as pessoas são tão covardes e insistem em perder uma oportunidade de se livrar dos que as oprimem. Juro por tudo, eu tinha uma esperança enorme de ver a galera arregaçando as mangas e mandando esse governo pro inferno, podia jurar que Jackson ou Flávio chegariam lá e que Roseana não tinha mais vez. Que decepção, a bicha vai continuar exercendo a realeza por aqui.

É por essas e outras que as vezes bate aquela vergonha de ser maranhense, de me ver no meio dessa gente que por décadas insiste em permanecer no atraso. Será se posso alterar meu rg e mudar minha naturalidade? Sério gente, eu estou com vergonha.

O meu consolo foi ver que minha cidade foi a que mais reagiu!
Força Imperatriz, um dia você chega lá.



PS.: Lei seca acabou? To afim de tomar um pórre!

sábado, 2 de outubro de 2010

foi um aviso...

Porque quando eu estava prestes a sair pra tomar uma atitude tola...



... começou a chover!

Nesse clima eternamente quente de Imperatriz, as vezes parece que a chuva vem para nos impedir de fazer alguma bobagem, pra nos manter ali esperando o sol (e a calma) voltar, e nesse meio tempo pensar melhor com a cabeça, sem deixar de dar ouvido ao coração
.
...
Certo...
Mas e aí, o que é que a gente faz quando der aquela vontade louca de tomar banho de chuva?



Ao som de Jota Quest - O que eu também não entendo