segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

♪ ♥ ♫




Estou guardando o que há de bom em mim
Para lhe dar quando você chegar

Toda a ternura e todo meu amor

Estou guardando pra lhe dar

E toda vez que você me beijar

A minha vida quero lhe entregar

E em cada beijo certo ficarei
Que você não vai me deixar


Grande demais foi sempre o nosso amor

Mas o destino quis nos separar

E agora que esta perto o dia de você chegar

O que há de bom vou lhe entregar

Só vejo a hora de você chegar

Pra todo o meu amor poder mostrar

Mas quando eu de perto te olhar
Não sei se vou poder falar


Grande demais foi sempre o nosso amor

Mas o destino quis nos separar
E agora que esta perto o dia de você chegar
O que há de bom vou lhe entregar


Estou guardando o que há de bom em mim



-----A volta (de Roberto Carlos e Erasmo Carlos-------

..porque cada música tem seu tempo, e o tempo dessa, pra mim (nós), é agora.


sábado, 22 de janeiro de 2011

PS.


"Porque nós...
Nós não estamos aqui por muito tempo, nosso tempo é apenas um fôlego
Então é melhor respirá-lo".


C.S. Lewis Song - Brooke Fraser

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

oi? alguém aí?

Não, nada não.

Tô tristinha, só isso. :(

Ultimamente tenho me dado conta do quanto eu sou horrível.
Eu aqui, egoísticamente pensando nos meus problemas enquanto lá fora tanta coisa ruim acontece. Claro que as vezes eu queria que o mundo girasse ao meu redor (só uma vezinha, por quê não?) mas sabe quando dá aquele peso na consciência?
Alguém aí já levou um soco no estômago dado pela própria consciência? Cara, dói.

Será que um dia deixaremos de olhar para o próprio umbigo e passaremos a olhar um pouco mais para os lados, para o próximo? Será que um dia chegaremos a pelo menos 10% do que somos designados a ser?

Confesso que alivia ver o quanto são insignificantes os meus problemas, ver o quanto são desprezíveis. (Obrigada Senhor, por eles, por ser apenas eles)

Ah essa nossa vaidade, esse nosso egoísmo.
Livrai-nos disso Senhor, agora e para sempre.
Amém!

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

"o silêncio...



é incapaz de mentir."



Sem mais.

domingo, 2 de janeiro de 2011

sobre a posse, e esperança (um pouco que seja)

Enquanto víamos tv, conversávamos meu pai e eu sobre diversas coisas de pouca importância desses últimos dias... posse da presidenta, os fogos do ano novo, a chuva que alagou a cidade, a não festa de reveillon que teve em Imperatriz (ainda bem que não passei aqui), das decepções políticas que tivemos, mesmo com as diferença de pensamento que temos por vezes, o sentimento de desengano é o mesmo. Nunca na história dessa cidade as pessoas se enganaram tanto como agora com o prefeito meia-boca que temos (mas por enquanto deixa isso pra la, não vim falar dele, outra hora venho e falo).

Voltando... vendo a cerimônia de posse da presidenta, lembrei de 2002, euzinha com 16 anos votando pela primeira vez, e como teve segundo turno votei duas vezes, (achei o máximo). Lembro que meu pai me mandou votar no Lula, não que eu fosse desobediente ou do contra.. mas fui la e votei no Serra. Nas eleições de 2006 a coisa se repetiu, papai falava o tempo todo no Lula, mas como eu não gostava dele fui lá e pá: votei no Alckmin nos dois turnos. Em 2010 a história não mudou em nada, fora o fato de dessa vez ter sido uma mulher (não gosto dela nem um pouco) fui lá e pá: votei contra.
Pois é, o resultado nem preciso falar ne, podem rir de mim, Mick Jagger até me ligou outro dia chamando pruma conversinha, trocar experiências e tal.

Mas enfim, o bom de não chegar a eleger nosso candidato é que não rola o lance da decepção como falei no início, porque assim se de repente sair alguma coisa que preste do que venceu: bom. Se não sair ao menos não bate aquela culpinha básica de ter contribuído pra aquele filho duma mãe estar ali ganhando dinheiro fácil.


Confesso que tive um sentimento de esperança vendo a presidenta de vocês ali falando, não que eu acredite em pessoas que fazem juramento (geralmente eu não acredito), mas por ver a firmeza, ela é bem macho e parece ter pulso firme, vamo ver no que vai dar ne, se o lula que sempre foi um pórre conseguiu alguma coisa, ela também consegue.


Pois é, tava aqui sem fazer nada, vim aqui escrever isso..
falta do que fazer é f..
vou dormir que amanhã a labuta começa cedo.


Boa noite procês, e um pouco de Mafalda:




Ah, ia esquecendo: Feliz 2011