domingo, 8 de novembro de 2009

Crônica

Outro dia ela e o amigo foram numa festinha, era o aniversário de dois anos da filha de uma grande amiga. Sabem como é ne... festa de criança é sempre aquela alegria: brigadeiro, muitos doces, balas e guloseimas de todos os tipos imagináveis.

Mas o que mais chamou a atenção foi aquele Pirulito, sabe aquele pirulito enorme que a Chiquinha do Chaves sempre compra, que parece que so tem na televisão? Pois é, esse mesmo.

Pois bem, tinha umas vinte crianças, e seus respectivos pais. O únicos jovens ali era ela(de 23)e o amigo(de 28, sabe aquele 28 que parece 18? esse mesmo) Depois dos parabéns foi aquela bagunça, crianças atacando a mesa e pegando as guloseimas, quando os dois conseguiram chegar na mesa, o pirulito já tinha acabado.

Ela voltou pra mesa tão deprimida...
Mas eis que os olhos dela brilham, quando na mesa ao lado, ela vê um pirulito. Na mesa tinha uma criança muito distraída comendo bolo, e sua mãe muito mais distraída ainda falando ao celular.
Ela cutuca o amigo, e mostra a ele aquela RELÍQUIA em cima da mesa, tão lindo, tão colorido, e brilhava tanto. E é claro, elaboram um plano para o 'furto' do pirulito. Como sempre, ela foi a mentora intelectual para bolar toda o sequestro, e o amigo, colocaria em prática.

Como dois bons planejadores, é claro... esperaram pacientemente a hora certa; quando finalmente o moleque termina o bolo e chora querendo mais; sua amável mamãezinha vai buscar mais.
Pronto
! É a hora!!!
Puxaram a cadeira pra perto pra não sem serem notados pelos outros convidados. Ela puxa um papo com o menino, pergunta o nome dele, ele responde. É nesse momento que a mão mais rápida do mundo pega o pirulito e passa pra ela por baixo da mesa, ela põe dentro da bolsa.

Voltam rapidamente pra mesa. O moleque começa a procurar o pirulito pelo chão, avista a mãe de longe e vai atras dela, achando que ela guardou. O dois jovens ficaram olhando de longe o moleque dando chilique, chorando e esperneando. A mãe falou com a dona da festa, pediu outro pirulito, mas já tinha acabado. Esse tipo de pirulito é mesmo uma relíquia.

É claro que ficaram com pena do menino, mas esse foi um caso de sobrevivência.
Os dois foram se despedir da aniversariante e de seus pais, disseram que tinham que ir, que tinham outro compromisso.
Papo furado, queriam mesmo era ir embora, pra poderem finalmente saborear o maravilhoso prêmio.


Os dois jovens da história gostariam de deixar uma mensagem com vocês: Quando puderem, roubem pirulito, principalmente se for daqueles que passa no Chavez.
Deus há de perdoar...



Não me perguntem quem são os dois jovens da crônica. Eu me pedi segredo,
e quando alguém me pede segredo, eu não falo mesmo, não insistam.

17 opiniões importantes:

Marcelo Leite disse...

Bela crônica.
Sua escrita é cativante!
Abraços

Mônica Costa disse...

Muito bom! Escreves bem, de forma bem irreverente! Ler, foi como ir numa dessas festas de crianças e pensar na alegria de se encher de doces. Fiquei satisfeita! Parabéns!

http://in-evitavel.blogspot.com

Rodrigo Itz Const. disse...

Nem precisa dizer que foi voce ne...
que coisa feia, roubando doce de criança.

Mas me diz, voce pegou so um?Ainda tem?

Fernanda disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Adorei. Eu tbm roubaria o pirulito, ainda mais um daqueles do chaves. Sempre tive vontade de sair pela rua que nem retardada com akilo na mão. Ótima crônica.
Entrem la no meu blog beijos: http://omundodefernandalopes.blogspot.com/

disse...

Nossa... Adorei!!!
Mt bom o texto e engraçada a história!

morethanwords3 disse...

Parabens, mto bela a sua forma de escrever
e expressar a sua mensagem. De uma forma clara e que atrai a atençao do leitor.
Com certeza vsale a pena a minha visita!
Voltarei mais..

quando possivel retribua a visita!

http://morethanwords3.wordpress.com/

Sucesso!

iti disse...

roubando pitulitos.
que vergonha
hehehe

PJ disse...

mUE DEUS

ISSO É MALDADE

Mentira. O que eu não daria para um pirulito daqueles agora.

Gostei de sua escrita

http://filmeseetcporpedrodiogo.wordpress.com

Avassaladoras Rio disse...

Querida amiga avassaladora...O bom da vida é que nossa criança sempre estará dentro de nós...habitando nosso ser, esperando por um pirulito colorido ... uma panela de birgadeiro para raspar...uma coreografia de Ilarie para dançar...

Charlie B. disse...

uuahuahua..adoraria fazer isso um dia. Será que é fácil?

Charlie B.

klaudinha ribeiro disse...

oie.. adorei...
rsrs
o cla´ssico roubar doce d criança...
mas eu tbm faria.. rsrs em se tratando d 1 super pirulito do chaves.. rsrs vc escreve tão fofo..

Caroline disse...

Olha, sinceramente eu faria a mesma coisa. Talvez não por um pirulito da Chiquinha (não curto esses doces), a menos que roubasse para minha sobrinha, enfim, se fosse a última bolinha de queijo certamente eu não exitaria. De qualquer forma, não deixou de ser uma aventureira em plena festa infantil. Lembranças para toda uma vida... e ainda te inspirou para um post!

Adorei o blog, fiquei feliz em conhecer este espaço. Sinta-se à vontade caso queira me visitar tbm.

um abraço.

Roberta disse...

Literalmente, foi como roubar um doce de uma criança.

Esse texto me lembrou um pouco aquele clichê de 'não pegar o último salgadinho do prato'. Que me chamem de mal educada, mas sou eu quem sempre come!

sidnei disse...

Q feio roubo pitulitos!kkkk
mais o blog esta de parabéns!

http://seligainfo.blogspot.com/

Blogueiras Compulsivas disse...

hauhauahuahuaua ficou muito bom!
Abraço

Patrícia disse...

Tirando doce da boca de criança??? rsrsrsrs...
assim nao tem perdão!!!!

PROFESOR DENIS disse...

EU LI SEU TEXTO E ME DELEITEI, CONFESSO QUE ME VI AI NESSA HISTÓRIA , POIS JÁ FIZ ALGO PARECIDO EM UMA FESTA DE CRIANÇA...GUARDA SEGREDO TA.UM ABRAÇO.

Postar um comentário

A leitura especializada é útil, a diversificada dá prazer!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.