sexta-feira, 20 de agosto de 2010

sobre escolhas...

Por que é que a gente gosta tanto de receitas, hein? Coisas que nos digam exatamente o que fazer? Por que é que o medo de decidir nos apavora tanto? Por que é que a gente ta sempre atraz de algo que nos ajude a tomar uma decisão? É como se a gente procurasse uma coisa pra culpar caso algo dê errado.
Gente.. A decisão, a escolha de vida, o caminho tomado é sempre de nossa responsabilidade e de ninguém mais. Se você vai ligar, se você não vai ligar, se você vai vender, alugar, se você vai terminar, fugir, prosseguir, pagar pra ver, se você vai romper, se você vai parar ou continuar fumando todo dia, a escolha é sempre sua. Sempre sua.

Não tem jeito, por mais que procuremos uma forma de aliviar ou tornar uma coisa menos decisiva na nossa vida, não importa o que a gente faça. A escolha é sempre nossa.

Filosofia de botequim eu sei, mas hoje me deu vontade de escrever isso, talvez para mim mesma, só trago pra cá porque sempre acho que pode servir pra mais alguém, e espero que sirva.

É, é isso. Bom fim de semana pra vocês, não aprontem.

2 opiniões importantes:

Escritor em treinamento disse...

Tem dia que a gente esquece de dizer a palavra mais importante: "Eu"

Falta esse comprimisso consigo mesmo, essa responsabilidade de se ver nas escolhas, mesmo quando acatando conselhos e dicas, ter a personalidade para se reconhecer na ação. Parece que a palavra nos complica, ninguém quer ser visto em parte alguma do discurso, é sempre o outro que delibera e decide: "fulando disse tal, cicrano acha isso..."

O fim do mundo como parte do folclore pós-moderno, a ecologia, o ceticismo com a política, tudo isso criou um mundo onde o erro deixou de causar qualquer temor. Somos livres para fazermos o que quisermos e mesmo assim... porque essa apatia? Talvez por isso, para que errar se pouco importa? Para que existir se o outro já faz esse trabalho?

Por que eu fui falar de tudo isso?

Vanusa Babaçu disse...

Pede muito, pede tudo... só não pede pra não aprontar... (risos)

Decidir é sempre difícil mas, se faz necessário.

Postar um comentário

A leitura especializada é útil, a diversificada dá prazer!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.