quarta-feira, 13 de outubro de 2010

sobre perguntas e quase respostas...

Eu não sei o que acontece, mas as pessoas sempre me fazem perguntas difíceis. Sempre! Logo pra mim que não sou muito boa nisso. Me embaraço toda, sabe? E se é sobre mim então, geralmente dou resposta evasiva, chego até a dizer coisa sem pensar só pra me livrar do olhar insistente do meu interlocutor - ou de quem quer que seja! Mas enfim, eu não vim falar disso, não exatamente.

Esses dias um amigo que eu amo muito passou por uma situação em que sua integridade moral foi posta em dúvida. Mas ele não vacilou e foi firme até provar que dizia a verdade.
Hoje ele me liga, e depois de quase uma hora de conversa por telefone faz a seguinte pergunta:
- Deane, de que vale mesmo a nossa honestidade?

Depois de muito pensar eu respondi:
- Olha, eu acho que serve pra quando der de noite a gente encostar a cabeça no travesseiro e poder dormir em paz. Deve ser pra isso.

- É, deve ser.

- ...
.
.
.
"De quê vale mesmo a nossa honestidade?"

Que perguntinha mais difícil é essa meu Deus?
Se alguém souber, ajuda aí... Caso alguém pergunte de novo, eu gostaria muito de ter outras respostas pra dar.

5 opiniões importantes:

Marcos Rogério Ritz Gouveia disse...

É complicado né, todos mentem em determinado grau, ou omitem que no fundo da na mesma. Ser honesto é ser você e assumir o que se fez, ou o que se pensa.

"Todos nós sabemos o que é uma ação desonesta, mas o que é a honestidade, isso, ninguém sabe."

Anton Tchekhov

Acho que o certo e o errado está em cada um. Se quiser visitar meu blog depois :
http://in-versopessoal.tumblr.com/

Érico disse...

Acho q vc até se saiu bem na sua resposta, mais acima de td, honestidade vale como um principio ou um valor moral que alguns tem outros não e como sempre quem decide se queremos ou não ter somos nós mesmos. Grande abraço e devo confessar que HONESTAMENTE eu gostei do seu blog hehehe...

The mentes disse...

ah essa pergunta é muiito fácil, faz uma mais difícil aí

Fernando disse...

Nos aproxima de pessoas que acredita nos mesmos valores, dos quais alguns acabam se tornando amigos. Aos que valorizam as amizades, a honestidade é um tesouro precioso do qual se nota somente a ausência.

paamps disse...

a gente pode escapar de tudo MENOS de nossa própria consciência. a honestidade põa à prova qualquer caráter. e é nessa brincadeira que a gente descobre quem é de verdade e quem joga verde.

passarei mais vezes aqui, tenha certeza ;D

Postar um comentário

A leitura especializada é útil, a diversificada dá prazer!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.