sábado, 18 de dezembro de 2010

sobre crachás de identificação...

Olá pessoas!!!

Olha eu aqui de novo.
É sempre bom vir aqui escrever um pouco, e principalmente encontrar alguns recadinhos na página de comentários. Essa semana foi difícil pra mim, não tenho andando bem de saúde, as vezes pensamos que ser jovem significa poder fazer tudo, comer e beber de tudo que vai ficar tudo bem, só que tem uma hora que o corpo reclama e é nessas horas que nos damos conta que NÃO, não somos de ferro e muito menos imortais. Pra completar, os dias no trabalho não tem sido dos melhores, uma coisa leva a outra né, mas vou pular essa parte, tem certas coisas e pessoas que de tão nojentas não valem a pena serem mencionadas. Quero dizer que já estou bem melhor e principalmente agradecer as ligações, é muito bom saber que somos queridos e saber quem são os bons e poucos amigos que temos ainda mais nessas horas em que ficamos tão sensíveis. Valeu mesmo, de coração

Por agora, quero partilhar com vocês dos pensamentos meio bobos que tive por esses dias...

No dia em que estive no hospital, deitada naquela cama, lembro que entre uma medicação e outra eu via pessoas que se aproximavam de mim, não lembro dos rostos, só dos crachás de identificação. Mesmo muito sonolenta eu conseguia ler: "fulano de sousa: enfermeiro" / "beltrana da silva: tec de enfermagem"...
Como num flash meus pensamentos voltaram uns dias antes quando eu estava numa dessas lojas de departamento da cidade, nas pessoas que se aproximam da gente usando crachá: " fulano de oliveira: vendedor / cicrano rodrigues: chefe de setor / maria beltrana: gerente...

Em quase todo lugar as pessoas usam, serve basicamente para te informar quem ela é, a função dela e o que ela pode fazer por você. Normalmente é uma pessoa que você vê apenas uma vez.
Não sei se eu sonhava ou se estava acordada (ou delirava), mas ali naquela cama comecei a pensar nas pessoas que aparecem na nossa vida sem dizer pra quê veio. Já pensou se essas pessoas usassem um crachá dando informações?

"Oi sou João* e quero ser seu amigo"
"Olá, sou José*, não quero nada com ninguém agora, mas gostei de você, vamos sair?
"Oi sou Maria*, vamos ser amigas por um tempo mas depois vou mostrar minhas garras e de alguma forma vou trair você!"
"Oi sou Joaquim*, vamos ser bons amigos de trabalho, mas só até um dos dois ser demitido, não leve a mal é que não rola manter amizade fora do círculo"
"Oi sou Pedro*, vou entrar na tua vida, vamos ter um amor eterno durante dois anos"
"Olá eu sou o Carlos* e só vou te ligar quando eu tiver precisando de dinheiro emprestado"
"Oi sou Ana*, vamos ser amigas e em todos os momentos que você precisar eu estarei aqui"

*nomes fictícios

Tem certas pessoas que entram na nossa vida que seria bom se tivesse um crachá, né? Eu sei que parece maior bobagem do mundo, mas passei maior tempão pensando nas pessoas que apareceram na minha vida e fiquei imaginando o que teria escrito nos "crachás" de cada uma.

Hoje, lembrando desses pensamentos (ou sonho, ou delírio) que tive no início da semana foi que me perguntei: "Vem cá, e o meu crachá, está escrito o quê? "
Caramba... eu faço parte da vida de muita gente, e mesmo se quisesse eu não poderia dizer aqui o que está escrito para cada uma, mas vou aproveitar a oportunidade pra dizer apenas prum certo alguém, que eu sei que uma hora ou outra vai dar uma passada por aqui, eu não lembro e não sei exatamente o que estava escrito lá no início quando tudo começou, mas posso falar de hoje, e hoje posso dizer está escrito algo mais ou menos assim:

"Oi, mesmo diante de toda essa incerteza eu estou aqui, e eu não sei exatamente no que essa nossa história vai dar, mas quero que você saiba que eu gostaria de tentar mesmo assim..."

E na foto eu estaria sorrindo, aquele riso meio bobo, assim de leve, provocado por uma tentativa bem sucedida de me fazer rir depois depois de uma piada bem ruinzinha, da qual eu não esqueço nunca e dou risadas quando lembro.

3 opiniões importantes:

Fernando disse...

EU AMEI! Se tivesse como classificar seu texto eu usaria a nota máxima.

Amo suas epifanias... ASUDhauhdASUhdSAH
...crachás... Agora vou ficar com essa também.

Ah, não sei o que tinha... Mas que BOM que melhorou... ^-^

Tó, pra você: http://tinyurl.com/2drngyl

Abração

Lufreire disse...

Meu crachá pra voce:

Oi sou Luciana, provevalemente nunca vamos nos conhecer pessoalmente mas quero que saiba que estou sempre aqui e curto muito teu blog!

Please cuida da saúde!BJooo

Marcia disse...

Nossa isso nos polparia de grandes aborreciemtos hein..
Só tem a parte ruin, tem pessoas que entram em nossas vidas com um objetivo, e depois acabam se tornando bem mais do que poderíamos imaginar.. tipo amizade que vira amor..
ahsuahsuhas
Digo por experiencia própria!!!!

Um beijo bem grandão pra ti, se cuida!!!

Postar um comentário

A leitura especializada é útil, a diversificada dá prazer!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.