sexta-feira, 7 de outubro de 2011

nós que achávamos já ter visto de tudo

Foi assim:

(Ele) - Deaaaaaaane, corre aqui!
(eu) - Que foi???
(ele) - Corre, vem cá ver uma coisa.
(eu, cética) - Que diabo é isso?
(ele) - Tá vendo? A criatividade humana não tem limites, minha cara.
(eu, boquiaberta) - ...
(ele) - A estupidez humana não tem limites, a idiotice humana não tem limites, e eu quanto mais conheço os homens, mais gosto de cachorros.
(eu, já saindo) - Não sei como ainda me surpreendo.

Alguns minutos depois...

(ele, aos berros) - Deaaaaaaaane.
(eu, no computador) Aff... o que é criatura??
(ele, em tom de raiva e ao mesmo tempo deboche) - Lembra do que eu te falei naquele dia? Olha ai. (e aponta).
(eu, pasma) É. Você tinha razão.
(ele, que é ateu) - Jesus deve ta se revirando no túmulo. (Desliga a tv, e sai da sala.)

0 opiniões importantes:

Postar um comentário

A leitura especializada é útil, a diversificada dá prazer!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.