quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

quer saber mesmo?

Você encontra um amigo ou conhecido em algum lugar, e essa pessoa te cumprimenta:
-Oi tudo bem?

E por uma fração de segundos você pensa em falar: "Oi, jura, quer saber mesmo?Olha, já que você perguntou, não ta tudo bem não, espero que melhore logo, quero ter logo aquele meu sorriso espontâneo, divertido e sincero de sempre, mas por enquanto num tô muito legal não, tá rolando umas coisas sabe..."

Mas aí, na mesma fração de segundos você volta a si, sabe que a pessoa só está sendo educada, dá aquele sorriso amarelo, pensa bem e na verdade mesmo só responde:
-Comigo? Tudo ótimo! E com você?

A outra pessoa - com o sorriso mais amarelo ainda - demora alguns segundos pra responder:
-Comigo, tudo às mil maravilhas!

E cada um segue seu caminho...

17 opiniões importantes:

Borabora disse...

engraçado isso. agente pergunta pras pessoas como que elas estão, mas dificilmente agente quer saber mesmo.. rs

Mademoiselle S disse...

suspeito que haja um botão escondido que é acionado automaticamente ao ouvir um "Tudo bom?" e libera a resposta automática, "Tudo ótimo. E vc?". depois de responder, já sem o feito automático, vc pensa "quem me dera que estivesse tudo ótimo...".
mas às vezes está tudo ótimo mesmo! xD

Doctor disse...

e ai como vai... odeio esses inicios preliminares de conversa, o bom mesmo eh chegar e dizer. formalidades so atrapalham, hahaha

Francisco Jamess disse...

os pais do Tom Zé costumavam responder com um "mais ou menos" quando perguntavam "tudo bem?".
não sei se é costume na Bahia, mas que é muito mais honesto e que deveria ser mais usado eu sei.
eu falo muito isso.

abraço.

Roberta Prado disse...

De todas as vezes que eu tomei iniciativa de perguntar como vai a pessoa, meu avô de oitenta e sete anos foi um dos poucos que me responderam sinceramente: ''Ah! eu to indo, tá tudo mais ou menos... dores aqui, dores alí.''

Mas a maioria, sempre responde o curto e várias vezes repetido: ''Comigo está tudo bem, e com você?!''

Achei super interessante esse seu post! E o blog também, é claro. Meus parabéns!

Gutt e Ariane disse...

Ooolha, é tocante mesmo esse moralismo fajuto e dissimulado... como se a vida do alheio REALMENTE importasse ¬¬
Em que momento começou-se a utilizar esse tipo de saudação hein? ¬¬ Puta negócio chato!

wata publicidade disse...

Gostei bastante! Posso colocar essa sua postagem no meu blog particular! Esse é o da empresa! Pretendo colocar no meu!

Robson Sales disse...

Mas e se realmente estiver tudo bem? E também você não vai ficar falando dos seus problemas para todo mundo, a não ser que seja um fofoqueiro carente. Acho certo responder que está tudo bem, a maioria das pessoas não tem a ver com seus problemas. E outra, quem tem, quem é seu amigo sabe que você não está bem. O que merece contar que não está tudo bem, sabe que não está e, portanto, não precisa falar que não está tudo bem.

Abraços, Robson
www.atrilhasonora.blogspot.com

mulherices disse...

A idéia me remeteu à canção "Sinal Fechado", do Paulinho da Viola, que vc deve conhecer ...

Janelas do Rosto disse...

Só testam o canal... As vezes me remete uma sinceridade e respondo como realmente estou.

Jonathan disse...

rsrs

E quando passamor por alguém e dizemos oi e a pessoa não responde? Porra, quasem morro de ódio

Agora quando vejo um conhecido coloco o celular no ouvido e me finjo ocupado

passe no meu blog: http://librianodoamor.blogspot.com/

ibere disse...

Quantas coisas fazemos por convenção? quantas coisas fazemos pra agradar os outros?

Concordo plenamente com o que voce falou, e reflito em varias coisas que nos trazem um questionamento!

tem um filme do woody allen qeu se chama " ZELIG" é a historia de um homem que precisa tanto de atenção, precisa tanto ser aceito pelos outros que só diz sim, esquece de falr sobre oque realmente pensa e acaba perdendo sua personalidade. No filme esse personagem se transforma fisicamente na pessoa de quem ta perto. se ele esta perto de um gordo, ele fica gordo, se ta eprto de um negro se torna negro, as coisas começam a fiar graves quadno ele fica pertode hitler e começa aficar parecido com ele...
quantas pessoas nao sao assim? sao capazes de dizer qeu detestam um politico quando estao no meio de um grupo que critica aquele politico, depois essa mesma pessoa assume que votou nese mesmo plitico so porqeu agora esta com um grupo que apoia esse politico! essa pessoa prefere esconder sua verdadeira opiniao pra agradar os outros, eua dmiro tanto quem fala sua verdadeira opiniao, e nao é apenas uma maria vai com as outras..
por isso adoro ler teu blog! sempre falando tua opiniao, questionando suas propras incertezas e nos fazendo pensar sobre tudo isso,
um beijo
Ibere

Michel disse...

bem isso msm, sempre acontece isso comigo, e deve acontecer com um monte de gente, nao falar o q realmente ta sentindo !
aahsuahsuha

Vanessa Utzig disse...

kkkk É, nem se trata de hipocrisia, mas de gentileza e até de fé. Vamos considerar que podemos simplesmente estar profetizando...

Mr. Voxx disse...

pior é quando vc diz a alguem "oi tudo bem" e o chato insiste em contar tooooooodos os problemas...
puts, "tudo bem" é só um cumprimento.

Jhojho disse...

é incrivel como o ser humano pensa exatamente igual..
todos respondem a msm coisa...
ainda q esteja no pior momento... mas ela dificil mente vai responde q ñ esta td bem...
to gostando...

Beatriz disse...

É realmente. É sempre a mesma situação intrigante. Na minha opinião, por mais educada que seja a pergunta, de vez em quando seria bom dar a louca e responder verdadeiramente como estamos.
Tudo seria mais fácil se alguém se interessasse em saber como realmente cada um está e se sente e a pergunta não fosse feita por pura educação ou, simplesmente, costume.
Parabéns, me fez refletir um pouco mais!

Postar um comentário

A leitura especializada é útil, a diversificada dá prazer!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.