sexta-feira, 16 de abril de 2010

da série, diálogos...

- Oi, desculpa a demora. Pode falar.
- Senta aí...
- [silencio]
- Nem sei por onde começar...

- Começa do começo, oras.

- Não começa a falar assim comigo senão vai ser tudo mais difícil.

- Desculpa.

- Acho que você sabe o que eu tô querendo dizer, não sabe?

- Talvez... o que você tá querendo dizer?

- Acabou...
- É... eu sabia que era isso que você queria dizer.
- Eu tentei, juro que tentei continuar do seu lado, mas o encanto meio que acabou, e com ele a admiração e o orgulho de ficar ao seu lado, você é tão linda mas
é tão infantil e sempre me deixa num beco sem saída, eu enfrentaria muita coisa por ti, você sabe, por você eu poderia abrir mão de muita coisa. Tem a diferença de idade, que não é pouca, você não se importa com isso agora é claro, mas depois isso vai mudar e você vai começar a perceber que as pessoas falam; isso me deixa inseguro. Eu percebi que acabou, melhor agora do que depois. Acho que não há mais o que ser feito...
- [silencio]

- Não vai dizer nada?
- Não!

- Não? Como assim? Não tem nada a dizer?

- Não, você tem toda razão. Não vai dar certo mesmo, acho que nunca.

- Como assim? Você não disse que gosta de mim?

- Gosto, você sabe, gosto muito, mas além de todas essas coisas que você falou, tem tantas outras...

- Que outras? Tantas outras o quê?

- Ah, esquece, deixa isso pra lá, não importa mais...

- Claro que importa, eu quero saber...
- Pra quê? Esquece isso.

- Esqueço não, fala. É importante pra mim.

- Ah... não complica as coisas.
- Fala, to pedindo.
-
Não, já vou..
- Espera, vamos pedir alguma coisa pra comer.
- Não, sério... tenho que ir.
- Não, não vai.
- [silencio]
- Eu to falando contigo...

- Ta tarde... tchau...

- Ei...
- Oi...
- Eu quero te vê depois, posso te ligar?

- Pode.

- Amanhã tá?
- Tá.
-
Vem cá me dá um beijo...

12 opiniões importantes:

JORDAS disse...

Gostei deste sketch.
Lindo esse jogo dramático.

Borabora disse...

adoro quando o jogo vira dessa maneira, o cara vai dar um de supoerior e acaba bem mais vulnerável

Rodrigo Cavaleiro disse...

Primeiro comentarei os comentários:
Jordar > O jogo Isketch é realmente fantástico e estimulante para a mente!

Borabora > Não confuda as coisas, a todo o momento o homem é que estava vulnerável, tanto que ele que tomou uma iniciativa de "terminar", sendo o mais correto afirmar que ele que tentava tirar da inércia a condição dos dois...

Já os dialogos...
Eu imagino os dialogos...
Por parte já passei por eles.
É uma situação de acomodação que vem e fica...
Alguma iniciativa deve ser tomada para melhorar, todos precisamos sempre melhorar. Inovar.

A sugestão do terminar pode ter sido bem prática [impensada], mas é obviamente comum que após o tempo juntos desejem um distanciamento planejado. Uma mudança drástica é ruim para todos os lados. E no final das contas ... uma despedida talvez bastasse...

Um beijo no pé...
[Não precisei de cogumelos para comentar, por MininuNu]

França disse...

o lance de uma mulher ficar desesperada quando o homem termina a relação é q ta o problema. Nada de chorar, se desesperar, a mulher tem mais é que ficar na dela, por mais dificil que possa ser.Se vai chorar, chore em casa depois. nada de ficar se humilhando. Quando um homem por fim a um namoro, se ele ver q a mulher nao se abalou, ou simplesmente concordou quem se desespera é ele.
No caso do diálogo aí acho q ele so quis fazer um teste pra por em prova o sentimento dela e terminou bem, com beijos. hasuhauhsauhs
curioso e divertido de ler,gostei

abç pra vc senhorita deane.. e até+

Marcos Costa Melo disse...

Boa leitura, aliás como de todo o blog. Poucos blogs me estimulam a ler mais do que a primeira postagem, mas esse foi um deles. Parabéns.

Alexandre Terra disse...

adorei o texto........bela inversao de papeis! mt bom!

meel disse...

homens, são sem palavras! Parabéns pelo texto, visita o meu blog :*

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Será que era um homem? O texto está escrito uma narração em vermelho escuro e a outra narração em azul.. mas não há referência entre "ele" ou "ela".. um papo sem Sexo, metafóricamente...
É bem interessante! gostei... vi a cena como um casal homem e mulher... Mas poderia ser um casal Gay... não?
Exelente post!

Ítalo Richard disse...

Adorei, até ri, é engraçado como algumas coisas acontecem dessa forma mesmo!!! Ninguém que ficar por baixo. Muito bom o texto.

www.todososouvidos.blogspot.com

sharisflips disse...

lol

que manipulação classica.
o.o

eu ri.

Anônimo disse...

caraio, mulheres manipulam os homens de todo jeito mesmo.Nem terminar o cara consegue

Cough disse...

Gostei tanto que peguei pro blog de um amigo, mas fica tranquila, disse lá que tirei do outrocafeporfavor. Parabéns pelo texto. ^^

Postar um comentário

A leitura especializada é útil, a diversificada dá prazer!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.